Zurrar!Pelo génio de Nuno Costa / Qua, 14 Dez, 2005 às 19:07



(Qualquer dia revolto-me à séria: os censores estão a invadir o meu espaço. São muitos, alguns deles têm cara de mau e são misóginos e outro é de Alportel... já me chegavam os que tenho refundidos nas brumas do córtex encefálico que já me davam "água pela barba" agora vêem-me estes... guardem o lápis azul pah!)

Sinto-me mal, sinto um vazio dentro de mim. Não como nada há 12 horas. Estou a vegetar, a cadeira é confortável e a musica é boa podia ficar aqui durante horas. Mas não. Por desígnios de um ente superior, alguém está a tocar à campainha. Vou buscar o objecto afiado mais próximo: uma foice. Desço as escadas a pensar qual o melhor ângulo de penetração na visita. Penso duas vezes. Pouso a foice. Vou buscar a forquilha. A campainha exprime a sua revolta pelo facto de estar a ser constantemente pressionada. Não encontro a forquilha. Estou desarmado. Podia ir buscar qualquer outra ferramenta agrícola mas tenho um momento de reflexão: “Se alguém está a tocar à campainha por vontade de um "ente superior" não vou contrariar a Sua vontade, de certeza que não me mandaria ninguém a casa sem ter um objectivo. Nada é por acaso". Volto a descer as escadas e abro a porta: não está ninguém.
Subo as escadas, levo a foice para o quarto num estranho acesso de arrumação e responsabilidade, ponho-a em cima da cama. Volto a sentar-me na cadeira. Subo o volume da música. Sinto calor, muito calor. Ponho música natalícia. Passou. Continuo com a sensação de vazio. Não como há 13 horas.
Estou outra vez a vegetar, podia estar aqui a ouvir música durante horas. Toca o telefone. Está longe. Toca insistentemente. Penso que não devo ir. Tenho outro momento de reflexão: "Se o telefone está a tocar é por vontade de um "ente superior" não vou contrariar a Sua vontade. De certeza que o telefone não tocaria sem um objectivo. Nada é por acaso". Vou a correr, atendo. “Estou sim?” – do outro lado da linha vem uma resposta pouco amigável num tom de voz rude e assustador – “Tô, é da casa do Tóino?” - “Não” – respondo eu – “Atão deixa tar qué engano.”
Estou com dúvidas acerca de que, de facto, nada acontece por acaso, continuo à procura de um motivo plausível para o facto de me ter já levantado duas vezes da cadeira. Não encontro. Não sei se vou dar o benefício da duvida ao “lá de cima”.
Volto ao quarto. Recosto-me a ouvir música. Não me sinto bem. A sensação de vazio não passa. O meu estômago está a resmungar, não percebo porquê.
Oiço o telemóvel. Não está aqui. Não vou! É uma mensagem. Não me interessa. Não vou! Vou demonstrar ao omnipresente que tenho vontade própria!
Adormeço. Acordo quatro horas depois. Levanto-me, saio do quarto, vou buscar o telemóvel. Tenho a tal mensagem… leio-a. Uma determinada menina tinha-se lembrado que eu existia: “tão td bm o que me dizs a irms jantr os 2? Jinhux” (ai tam linde)… olho ao relógio: 0:00… (sem comentários…)
Fui comer. A sensação de vazio passou, não percebi porquê.

Saudinha da boa
(os textos aqui publicados, por mim, são pura estupidez e ficção, por incrível que pareça, houve alguém que teve duvidas disso…)



Comentários:
De Maria a 26 de Dezembro de 2005 às 23:39
Epa, até curti o texto, mas tive um ataque de riso tão grande quando li "o melhor ângulo de penetração na visita" que foi difícil concentrar-me para ler o resto e não sei se percebi mt bem :P


Comentar post

Zurraria
Para além de ocuparmos espaço na net, não fazemos mais nada...
Zurras Mail
zurraria@gmail.com
Energúmenos
Bruno Nunes
David Fernandes
João Carvalho
Nuno Costa
Pedro Guerreiro
Pedro Martins
Zurras FM
Sites Catitas
Zurros no Curral

O último zurro

Zurras FM - Foge Foge Ban...

Um belo par...

O adeus...

A morte anunciada do Fest...

Lily Allen prepara novo á...

Foto-Galeria Record

M.I.A - Paper Planes

"...if you're epileptic, ...

Dead Combo no Lux - falto...

Palha Antiga

Abril 2009

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds