Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zurraria - Dizem-me que aqui se escrevem coisas...

Zurraria - Dizem-me que aqui se escrevem coisas...

25
Dez05

Feliz Natal!

Pedro Guerreiro
Quando tinha 10 anos, ofereciam-me meias, meias, meias, cuecas com jogadores de bola, meias, meias, cuecas com os ditos senhores, e uma vez por outra, aquelas caixas de escolates que ninguém consegue comer. Daquelas que os adultos trincam custosamente com um sorriso amarelíssimo, cuspindo logo de seguida, e que as crianças não tentam sequer. Espertos, manhosos os putos. Sinto-me incluído.
Adiante, adiante. Fui crescendo, pois bem e pelos meus 14 anos, ofereciam-me meias, meias, meias, boxers com jogadores de bola, umas meiinhas às vezes também iam, e na volta ainda iam uns escolatinhos ranhosos e um boxerzinho à maneira, com jogadores de bola ou assim.
Nos meus 16 aninhos, porém, a situação toma contornos completamente diferentes. Oferecem-me umas meiinhas, vá dois ou três pares de meiinhas, uma caixinha de escolatinhos - a partir destas idades, parece que os escolatinhos ainda são mai ranhosos, é capaz de ser impressão - um boxerzinho já não com jogadores de bola, mas coisas estranhas igualmente, e dá-se a revolução: É-nos dado o primeiro after-shave ranhoso da nossa vida, o primeiro de muitos, com certeza. Foi nos meus 16 anos, em que sem ter qualquer espécie de pelo na cara, me é dado um after-shave, e muito contente o recebo, pois com certeza. O meu cérebro perguntava-se a si próprio, num autismo extremo, se seria whisky (isso já bebia, apesar de não ter pelos na cara) ou um perfume de cheiro duvidoso. Não sei até que ponto acertei.
Hoje, na noite de consoada, a de todos os sonhos, após a meia-noite, pra dar tempo ao cabrão do gordo, o cabrão barbudo saiu-se me com uns boxers e uns quantos pares de meias. Digo eu:
- Mesmo a tempo! Já há um ano que não tinha meias novas... E com raquetes, as minhas preferidas! (Nunca conheci na minha gaveta mais nenhumas)
Esta é a outra revolução: Hoje foram 3 after-shaves rascas... Cabrão do gordo!

Famílias: Se alguém da minha família ler isto, epá, desculpem lá, eu sei que não é inteiramente verdade, também houve aquela vez do puzzle, mas atendendo a que tinha 18 anos e dizia lá menos de 6... Não sei se essa conta.
Feliz Natal e esse cabrão gordo e barbudo que não me apareça à frente, hã?

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Zurras Mail

zurraria@gmail.com

Zurraria

Para além de ocuparmos espaço na net, não fazemos mais nada...

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D