Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Zurraria - Dizem-me que aqui se escrevem coisas...

Zurraria - Dizem-me que aqui se escrevem coisas...

15
Abr07

Zurras FM

David Fernandes
Corria a década de sessenta quando o mundo teve o prazer de conhecer os Pink Floyd. A banda britânica, então liderada por Syd Barrett, teve um início tímido, mas a sonoridade rock progressiva prometia uma revolução no panorama musical mundial. A promessa foi cumprida!
Passaram-se quarenta anos e muita coisa aconteceu.
Logo na primeira década (1968) Barrett, em acentuado declínio mental, foi substituído por David Gilmor e Roger Waters assumiu as rédeas da banda. O início da década seguinte marcou o abandono da sonoridade psicadélico em detrimento de um som de fusão, progressivo.
Nos anos de 1980, enquanto o mundo dançava ao som do “disco sound” os Pink Floyd faziam sucesso com The Wall, uma ópera rock, onde estava integrada a faixa homónima que ainda hoje faz parte do imaginário colectivo – quem não se recorda dos martelos a marchar ao som de “we don’t need no education…”?
1987 marca o início do fim. Gilmour e Waters têm génios incompatíveis o que ditou o afastamento deste, dos Pink Floyd. David Gilmour torna-se então o líder da banda mas o fim era inevitável. The Division Bell (1995) é o último álbum de originais da banda, já sem o baixista original, Roger Waters.

Entretanto em 2005 os Pink Floyd prendaram milhares de fãs com um concerto em Londres no Live 8, mega evento de solidariedade, organizado por Bob Geldof. Todavia, tanto Waters como Gilmour deixaram bem claro que um regresso da banda ao activo era impensável.

Os Pink Floyd ficam para a eternidade como uma das maiores bandas de sempre, tanto pelas músicas geniais e inconfundíveis como pelos concertos, verdadeiros espectáculos cénicos e pirotécnicos.

Aqui fica o nosso muito obrigado no Zurras FM com Comfortably Numb, faixa retirada de The Wall, de 1979.

A imagem apresentada é do concerto dos Pink Floyd no Estádio Alvalade, Lisboa, 1994.

1 comentário

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Zurras Mail

zurraria@gmail.com

Zurraria

Para além de ocuparmos espaço na net, não fazemos mais nada...

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2005
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D