Zurrar!Pelo génio de Pedro Martins / Ter, 11 Mar, 2008 às 17:37

Van Damme . Todos nós conhecemos o Jean Claude como um actor que dedicou toda a sua vida a fazer filmes classificados como “filmes de porrada de meia noite”. Onde movimentos acrobáticos, de artes marciais, são executados com uma coordenação impressionável e de onde se retiram, normalmente, uma ou duas frases marcantes – curiosamente também o número de falas de todo o filme. O tipo de filmes onde o sangue, a justiça e paixões ardentes, com vietnamitas de 20 anos,  andam de mãos dadas – também descritos como filmes de "ómens”.

Porém reduzir J.C. a esse tipo de filmes/personagens é errado. Ele é muito mais do que isso. E só ontem o percebi. Num daqueles acasos da vida, encontrei no youtube um vídeo de um filme do Jean, quando este ainda parecia estar na flor da idade”:


 Ora aqui percebemos logo que há algo de errado com o estereotipo criado à volta de Claude e que ele é muito mais que murros e pontapés. Ele é também movimento de ancas, bater de palmas, flectir de joelhos e, acima de tudo, muito gabarolas. Mas há mais...
Ora após uma “visão” destas (com Vê grande) uma pessoa tende sempre a querer saber mais, e o problema é que acaba sempre por descobrir.
Até que chegamos a este vídeo , onde Van Damme, convidado por um qualquer talk show brasileiro, aceita a dançar o funk brasileiro com duas raparigas e onde, mais uma vez, os seus dotes saltam à vista – e não, não falo na ercção com qual ele é confrontado no final do vídeo.
Vendo tudo isto, uma pessoa sente sempre a necessidade/curiosidade de perceber, afinal, qual a origem deste lado mais “remexido” do actor, até que chegamos ao filme Breakin – uma espécie de fame de 1984- onde J.C.V.D. tem uma participação secundária mas que, nem por isso, passa despercebida.
Assim concluo a minha “tese” de que Van Damme é muito mais do que actor violento, embora, por vezes, goste de combinar dança com porrada.
 
P.S. acho que consegui escrever o texto todo sem me referir ao Van Damme da mesma maneira!


Comentários:
De Nuno Costa a 12 de Março de 2008 às 11:04
Pedro, lamento informar-te mas dizes Van Damme mais do que uma vez, praí umas três, isto se nao contares com o "P.S" porque aí, o número de vezes que referes "Van Damme" passa a quatro.


De Ridwan a 17 de Março de 2008 às 01:04
Sem saberes(cálculo),acertaste no abana rabos,tudo explicado aqui http://vids.myspace.com/index.cfm?fuseaction=vids.individual&videoid=8126300


De Pedro Martins a 17 de Março de 2008 às 14:22
Nada aqui é involuntário meu caro :P ...pronto confesso às vezes é! boa dica!


Comentar post

Zurraria
Para além de ocuparmos espaço na net, não fazemos mais nada...
Zurras Mail
zurraria@gmail.com
Energúmenos
Bruno Nunes
David Fernandes
João Carvalho
Nuno Costa
Pedro Guerreiro
Pedro Martins
Zurras FM
Sites Catitas
Zurros no Curral

O último zurro

Zurras FM - Foge Foge Ban...

Um belo par...

O adeus...

A morte anunciada do Fest...

Lily Allen prepara novo á...

Foto-Galeria Record

M.I.A - Paper Planes

"...if you're epileptic, ...

Dead Combo no Lux - falto...

Palha Antiga

Abril 2009

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds