Zurrar!Pelo génio de Pedro Martins / Ter, 29 Jan, 2008 às 02:37

Muito se falou do sucesso de vendas do álbum dos Radiohead online, onde era dado ao comprador a opção de escolher o preço que este achasse mais adequado- sendo que  poderia ser “levantado” gratuitamente. Foi de facto um sucesso tremendo, quer monetariamente como pelo impacto que provocou na industria musical, ameaçando seriamente o papel das produtoras. Um primeiro passo bem sucedido, é certo, mas longe de ser um caminho a ser seguido, pelo menos nos próximos tempos.

Defendo, por um lado, que uma banda deva ter nos concertos a sua principal fonte de rendimento, tendo nos álbuns apenas mais uma forma de propaganda, que pode ser rentável - os Radiohead lucraram 6 milhões de dólares no primeiro dia de vendas online.

Defendo ainda a publicação online de álbuns , numa tentativa de redução dos seus preços – se pensarmos bem os principais custos de um CD estão na sua produção e distribuição pelo que na venda online esses custos seriam mínimos – algo que não acontecem nas lojas mais populares, como o itunes , onde um álbum completo custa em média 10 euros, que é pouco menos que o preço  de um álbum físico – importa lembrar que a música do itunes não é livre, ou seja, está protegida e além disso vem num formato comprimido. Não quero com isto dizer que seja a favor da total extinção da música como objecto (o cd, a capa, etc.), as duas soluções devem coexistir, a preços distintos numa tentativa de chegar a vários públicos, com diferentes capacidades monetárias.

É claro que todo este processo vai ser lento e que o passo dos Radiohead foi uma pequena gota num oceano – é preciso ser os Radiohead para se fazer o que eles fizeram e ser, ao mesmo tempo, bem sucedido. Prova disso é a tentativa, frustrada, dos Dirty Pretty Things de lançarem o seu segundo álbum nos mesmo moldes:

I wanted to give the album away on the internet like Radiohead did,” he said . “I saw what they did and said , ‘Oh, that ’s great , let’s do that too,’. But Alan told me straight off that it wasn’t going to occur . Ah, well .” Entrevista de Carl Barat ao NME (ver entrevista aqui)

Muitos estarão, certamente, no mesmo lugar, mas o importante é não desistir, para dar seguimento a esta luta, que ainda está no início, para o bem da música- não da industria!


Zurraria
Para além de ocuparmos espaço na net, não fazemos mais nada...
Zurras Mail
zurraria@gmail.com
Energúmenos
Bruno Nunes
David Fernandes
João Carvalho
Nuno Costa
Pedro Guerreiro
Pedro Martins
Zurras FM
Sites Catitas
Zurros no Curral

O último zurro

Zurras FM - Foge Foge Ban...

Um belo par...

O adeus...

A morte anunciada do Fest...

Lily Allen prepara novo á...

Foto-Galeria Record

M.I.A - Paper Planes

"...if you're epileptic, ...

Dead Combo no Lux - falto...

Palha Antiga

Abril 2009

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds