Zurrar!Pelo génio de Pedro Guerreiro / Dom, 07 Jan, 2007 às 22:12


Do amor ao ódio, Borat desperta sobre todos os quadrantes todo o tipo de sentimentos que não indiferença. Esta personagem de Sacha Baron Cohen, que remonta ao seu programa “Da Ali G Show”, da HBO, personifica um repórter cazaque que se aventura numa epopeia, augurando fazer um documentário sobre a cultura dos “US and A”, para benefício da “Gloriosa Nação do Cazaquistão”.
Borat inicia, então, o documentário no Cazaquistão, na sua aldeia natal, apresentando a família e apresentando-se a si próprio e aos seus costumes, satirizados e estupidificados.
Às tantas, já nos Estados Unidos, vislumbrando Pamela Anderson num episódio de “Baywatch”, Borat Sagdiyev esquece a missão patriótica a que se entregava, para perseguir a mais famosa nadadora salvadora do planeta, por quem se “apaixona”.
Esta perseguição resulta num conjunto de paródias aos hábitos americanos, aos preconceitos americanos e numa sucessão de episódios que têm tanto mais de divertido porque não são actuados, sendo o único actor Sacha Baron Cohen. Esta característica, de reality-movie, bem como a sua personagem de cazaque fez com que o actor e o realizador Larry Charles tivessem de lidar com alguma desconfiança.
Ainda antes das estreias se acirrava a celeuma e a expectativa em relação ao que viria a ser o “Borat: Aprender Cultura da América Para Fazer Benefício Glorioso à Nação do Cazaquistão”.
A crítica diverge. Se entre o maravilhoso e o mau gosto, kitsch puro, existem grandes diferenças? Aparentemente não. Há quem considere que Borat revolucionou a História do Cinema, da comédia, com este tipo de filme; “reality-movie”, dissemos nós, como há quem ache que Borat é só um caso incontrolado de anti-semitismo, homofobia, estupidez, e uma tentativa vergonhosa de vexar o Cazaquistão.
Mas olhar a comédia, como a vida, a preto e branco, é perder o seu melhor sumo e deixar certa moral controlar aquilo sobre que devemos rir. É crime! Décadas depois de Monty Python!
Borat parodia sempre certa cultura americana, certo preconceito americano. Esqueçam o Cazaquistão! Como o Cazaquistão podia ser o Iémen ou Portugal. Borat é uma paródia aos americanos e seus preconceitos, e meus amigos, este “Borat”, bem ou mal amado, é mesmo capaz de ser mesmo um ponto de viragem no humor, senão no cinema actual.
E Sacha Baron Cohen, - esperamos com ansiedade o próximo alter-ego – é também ele bem capaz de ser um dos melhores humoristas de sempre.



Comentários:
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2007 às 23:56
Mto bem pedrinho...apesar de o post vir um cado atrasado... estou de acordo qued é mais uma satira ao povo americano que ao povo cazack:P adianto ja k está para breve um novo filme do nosso amigo Sr. Cohen desta feita uma versao menos homofobica, muito menos homofobica, aguardem e verao...

P.s.: quem acompanhava “Da Ali G Show” ja tem uma noçao do que por ai vem e de um rapz chamado "Bruno" :P

Abraços e RESPECT :D


De Bruno Nunes a 8 de Janeiro de 2007 às 19:45
Confesso que depois de ter visto o filme cheguei à conclusão que o hype e as expectativas criadas pelo Markl no post do seu blog me traíram. Apesar de considerar o filme uma comédia consistente, das melhores que apareceram nos últimos anos, não vejo a tão falada crítica social ao povo americano, pelo menos num nível tão intenso quanto o que foi publicitado.
Não que tenha ficado desiludido, longe disso, porque já conhecia o trabalho do jornalista no Ali G Show, mas uma coisa posso afirmar: em termos de comédia, apesar de serem diferentes, este filme é largamente superado pelo poder de Little Miss Sunshine. Estão os dois na minha lista de favoritos de 2006, e Borat vale essencialmente pela performance do sr. Cohen, simplesmente genial.


Comentar post

Zurraria
Para além de ocuparmos espaço na net, não fazemos mais nada...
Zurras Mail
zurraria@gmail.com
Energúmenos
Bruno Nunes
David Fernandes
João Carvalho
Nuno Costa
Pedro Guerreiro
Pedro Martins
Zurras FM
Sites Catitas
Zurros no Curral

O último zurro

Zurras FM - Foge Foge Ban...

Um belo par...

O adeus...

A morte anunciada do Fest...

Lily Allen prepara novo á...

Foto-Galeria Record

M.I.A - Paper Planes

"...if you're epileptic, ...

Dead Combo no Lux - falto...

Palha Antiga

Abril 2009

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

pesquisar neste blog
 
subscrever feeds